Sala de Espera

  • Atomic Garden
    Idade: 19
    Lugar: Chapecó, SC.
    Condição: Frescura.
  • Lipedal
    Idade: 19
    Lugar: Santo Ângelo, RS, no meio da roça missioneira.
    Condição: Demofobia e Nerdice Aguda. Foi ao Mundo Real duas vezes, durante as quais ganhou uns graus de miopia devido à exposição ao sol.
  • Vexille
    Idade: 20
    Lugar: Recife, PE. É o único do consultório que mora numa cidade de verdade.
    Condição: Psicose e Esquizofrenia. Obsessão compulsiva por filmes clássicos de terror brutal e trash em geral.

Links

Últimos Posts

Arquivo

Rapidinhas Atômicas

Por yusanã || 20:05:00 || 20 de ago de 2006
Sinto desapontá-los, mas se algum de vocês pensou que eu havia sido raptado por algum gaúcho macho e estaria agora morto em algum canto do Guaíba, estou aqui postando para provar o contrário.

A razão para a falta de posts desse que vos fala, é simplesmente a falta de vontade de sentar na frente da cadeira e pensar em escrever alguma coisa engraçada. Afinal de contas, como disse no último post, virei dona-de-casa, e agora minha cabeça está muito preocupada em assuntos como "quando precisarei comprar açúcar novamente/será que esse papel higiênico dura até o próximo rancho ou me encontrarei limpando o rego com folhas de caderno na sexta-feira que vem?".

-------------------------

- Puta que pariu! Olha lá! Tá pegando fogo naquele apartamento!
- É mesmo! Chama os bombeiros!

Levanto correndo da cadeira da sala, vou até a janela da cozinha e grito "Tá tudo sob controle pessoal!" com a maior cara de confiante que pude fazer. Depois procurei um pano de prato e abafei o fogo com ele.

Moral da história: nunca, eu disse NUNCA, saia da cozinha para almoçar e esqueça a frigideira com óleo no fogão aceso. O resultado final pode ser um pouco pior do que um pano de prato a menos, o teto chamuscado e uma fumaceira até as seis da manhã do dia seguinte.

-------------------------

- Cara, nem se eu aprender a cagar moedas de um real eu consigo 150 pilas essa semana ara arrumar o monitor.
- Ah, mas o preço é esse cara. Estragou o tralala* e vai ter que trocar.
- Não cara, não tem como. Tchau.

Dois dias depois:

- Cara, 130 ainda é muito caro. Eu encontrei um monitor usado para comprar por 80 reais.
- Ah, mas usado não vai durar nem um mês. A gente vai te devolver teu monitor com peças novas.
- Não cara, não tem como. Tchau.

Dois dias depois:

- 120 dinheiros? Eu ainda saio perdendo.
- Mas teu monitor é um Samsung, é bom. Não pode ficar com ele estragado.
- Não cara, não tem como. Tchau.
- Ok, vou falar com minha gerente para ver até quanto podemos baixar.

Ontem:

- Cem reais em duas vezes? Fechado.

Moral da história: pau no cu da assistência técnica.

Marcadores:


Poderizado por Blogger . Haloscan . HTML . CSS . RSS .